Muito mais que o vinho do Porto

Quem conhece essa cidade portuguesa apenas pela bebida forte e adocicada que leva o seu nome não sabe o que está perdendo. Muito mais que o vinho do Porto, esse destino turístico oferece uma excelente opção de férias, com passeios históricos, visitas a caves e diversão garantida.

Porto

Vista da Ribeira

Tem lugares que, sem querer, sempre voltam a aparecer na sua rota de viagem. O Porto para mim é assim. O fato de ter uma grande amiga que mora na cidade ajuda a explicar o porquê de ter voltado à cidade cinco vezes. Nessa oportunidade, no entanto, tínhamos um bom motivo para retornar: o seu casamento. E como não sou de ferro, aproveitei o dia pré-casório para rever alguns pontos emblemáticos e conhecer um pouco mais dessa cidade fascinante, que em 2013 encabeçou o ranking do famoso guia Lonely Planet como o melhor lugar para se viajar na Europa.

Com tão pouco tempo disponível e um bebê de 14 meses a tiracolo, optamos pelo mais fácil e reservamos um passeio num Tour gratuito (Free Walking Tour), oferecido pelas irmãs Eugenia e Cecília. Nesses passeios, não há custos fixos e você só paga uma gorjeta pelo valor que achar justo pelo serviço prestado ou que o orçamento deixar. Recebemos muito mais do que esperávamos, já que ao longo das três horas recebemos uma aula de história a céu aberto, que a cada parada, praça, muralha ou igreja traçava particularidades do florescimento da cidade e detalhava seus momentos mais marcantes.

O Porto histórico

Não é difícil notar que os Portuenses se orgulham muito da cidade, e não perdem a oportunidade de enumerar quantas vezes ela aparece nos rankings mais variados do mundo. Não é por nada que o seu lema é “Antiga, Mui Nobre, Sempre Leal e Invicta (Invencível)”, uma referência ao papel crucial da cidade na guerra de sucessão ao trono entre o nosso Dom Pedro I, que em Portugal é Dom Pedro IV, e seu irmão Miguel.

Igreja de Santa Clara

Altar da Igreja de Santa Clara.

Foi justamente Pedro quem demonstrou da maneira mais simbólica possível o quanto amava e se orgulhava da cidade e seus habitantes. Ao deixar a cidade, o monarca declarou que partiria, mas deixaria o seu coração como agradecimento a lealdade e coragem da população. E de fato ali está até hoje, embalado por Dona Amélia depois da sua morte e guardado como uma relíquia dentro de um monumento na Igreja da Lapa e cuja operação de retirada em segurança exige a colaboração de até seis pessoas.

Igrejas não faltam na cidade, só o Wikipedia contabiliza 36. Algumas tremendamente belas por fora, como a igreja do Carmo ou a Capela das Almas de Santa Catarina, decoradas com azulejos ilustrativos, e outras aparentemente simples, mas inteiramente banhadas em ouro, como é o caso da Igreja de Santa Clara e São Francisco.

O Porto de Potter

O que tem a ver o aprendiz de mago Harry Potter com a cidade do Porto? Contam as Portuenses que a escritora J.K. Howling, que foi casada com um português e morou na cidade, se inspirou em algumas particularidades locais para compor o ambiente mágico vivido pelo famoso personagem. A primeira contribuição da cidade à saga do bruxinho britânico vem da livraria Lello, considerada pelo jornal The Guardian, e muitas outras publicações especializadas, como uma das mais bonitas do mundo. Nossas guias reclamam um pouco da posição atribuída ao estabelecimento, que aparece apenas no terceiro posto. Argumentam que diferente das outras livrarias melhor colocadas – que antes eram uma igreja e um teatro- a Lello foi construída com tantas riquezas de detalhes com o objetivo único de enobrecer ainda mais a arte da leitura.

Livraria Lello

A famosa escadaria da livraria Lello

Desde a hora da abertura, centenas de turistas do mundo inteiro se acotovelam para ver de perto a sua fachada em Arte Noveau, as paredes trabalhadas em madeira, os vitrais das janelas e de sua cúpula com a inscrição em latim “Decus em Labore” – dedicação ao trabalho. Mas sem dúvida, o que mais chama a atenção é a impressionante escada neo-gótica, a mesma que deu asas à imaginação para criar a “Grande Escadaria” movediça da série Harry Potter. Talvez, em alusão a um dos clássicos da literatura, Moby Dick, lembra o esqueleto de uma baleia, com uma língua vermelha que devora seus leitores.  Se não podem viajar em breve para comprovar essa beleza, espreitem aqui nesse  tour virtual de 360º.

Praxe

O trote aqui também não é moleza.

Os uniformes dos estudantes de Hogwarts, com terno e capa, também utilizaram como base os tradicionais trajes acadêmicos usados pelos universitários portugueses em ocasiões especiais. Por acaso, durante a nossa visita muitos se vestiam à ocasião, todos de negro, carregando pesados sobretudos e mantas, para comemorar com toda a pompa a semana da praxe ou a nossa semana de dar trote nos calouros. Os novatos aqui também não encontram moleza nos seus rituais de iniciação à vida universitária. A máxima dos veteranos é: “Dura Praxis, Sed Praxis —a praxe é dura, mas é a praxe!”.

O Porto do vinho do Porto e outras delícias gastronômicas

Ironicamente, para apreciar o famoso vinho do Porto temos que sair da cidade rumo a Vila Nova de Gaia, na outra margem do rio Douro. Cruzamos pela impressionante ponte Luis I para deparar-nos com uma sequência de caves, dispostas a atender a toda demanda e gostos. Dessa vez, optamos pela casa Sandman, seguindo a recomendação de outra amiga nativa que destacou a excentricidade da apresentação do processo de cultivo, conservação e venda da bebida. De fato, fomos recebidos por um sósia do personagem da marca, vestido com a capa e o chapéu característico, que nos explicou como ao interromper o processo de fermentação do vinho através da adição de um composto vínico neutro (com cerca de 77º de álcool) conserva-se parte do açúcar natural e gera-se o sabor mais intenso, característico de um bom Porto.

vinho do porto

O guia, vestido como a marca Sandman, nos conta todos os passos do processo de elaboração do vinho do Porto

Opções não faltaram na hora de comer.  Em ambas as margens do rio existem várias opções de restaurantes, com grande destaque para aqueles localizados na Ribeira, um dos lugares mais antigos e tradicionais da cidade. Além das infinitas opções de bacalhau, todos os menus da cidade oferecem promoções de Francesinha, uma versão mais sofisticada e altamente calórica do nosso misto-quente, ou do croque monsieur francês, de onde originou-se o nome. A mistura de salsicha, linguiça, presunto, bife, queijo e ovo, mergulhados num molho apimentado com base de tomate e cerveja, acompanhada de uma enorme porção de batatas-fritas, certamente não funcionará para todos os paladares, e, principalmente, todos os estômagos. Mas aqueles que se atreverem, não se arrependerão dessa combinação exuberante de embutidos banhados num molho especial por tão só 6 euros.

Restaurantes na beira do rio Douro são uma excelente opção para comer e desfrutar da belíssima vista.

Restaurantes na beira do rio Douro são uma excelente opção para comer e desfrutar da belíssima vista.

O chá das cinco tem lugar cativo no Café Majestic, onde entre um café e um pastel de nata exalamos o glamour da Belle Époque. Aqueles que procuram um ar mais moderno, podem optar tomar um fino (chopp) ou o tradicional vinho verde, mais jovem, seco e espumante que o vinho branco, aos pés da torre do clérigo, numa zona recém-renovada que alberga hoje em dia restaurantes e lojas de luxo.

Nossa viagem ao Porto durou apenas um dia e ficamos com pena de não poder aproveitar outros passeios, como o cruzeiro pelo rio Douro até a região da Régua para ver os vinhedos plantados em terraças, ou passear pelos jardins do museu de arte contemporânea de Serralves. Nosso filho certamente teria adorado visitar os jardins Palácio de Cristal, um florido campo e mirante com vistas para o rio Douro e o mar, com área de recreação infantil e animais para os pequenos se divertirem. Mas com tão pouco tempo disponível, tivemos que nos restringir ao “passeio Express”. Mais uma razão para programar em alguns anos uma nova visita à cidade, que como a Don Pedro I, nos arrebatou o coração.

 Outras dicas bacanas:

http://www.gooporto.com/porto-sights/porto-top-10.html

Advertisements

2 responses to “Muito mais que o vinho do Porto

  1. Boa tarde, gostaria de ter mais informação sobre o tour gratuito, como reservo? como entro em contato? aonde chego? obrigada

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s